SNIF - Árvores do Brasil - Metadados

Árvores do Brasil - Metadados

  • Publicado: Domingo, 20 de Setembro de 2020, 19h39
  • Última atualização em Terça, 22 de Setembro de 2020, 13h37

Inventário Florestal Nacional - Metadados

 

Coordenadas das unidades amostrais

   Identificação da informação

Fonte da informação: Inventário Florestal Nacional – IFN / Serviço Florestal Brasileiro (SFB/MAPA)

Data de coleta dos dados em campo: 2011 a 2018

Observações: Os dados do DF foram coletados em 2011. Nos demais estados, entre 2017 e 2018.

Data de consulta ao banco de dados do IFN: 18/08/2020

Data de disponibilização da informação: 10/09/2020

 

   Dados apresentados

Conjunto de dados apresentado:

“no_conglom”: Conglomerado (unidade amostral do IFN). Nomenclatura padrão para a grade: código da unidade federativa (UF)& travessão &  número sequencial. Nomes com letras após o número referem-se às unidades amostrais localizadas em grades adensadas.

“grade”: grade à qual pertence o conglomerado, sendo a padrão 20 km x 20 km, podendo ocorrer adensamentos de 10 km X 10 km, 5 km X 5 km e assim sucessivamente.

“X”: longitude

“Y”: latitude

“BIOMA”: de acordo com o limite dos biomas do IBGE de 2004 (1:5.000.000).

“BIOMA_NOVO”: de acordo com o novo limite dos biomas do IBGE de 2019 (1:250.000).

“STATUS”: status de execução do IFN.

“IMP”: impedimento de acesso ao ponto: sim/não.

“IMP_TIPO”: motivo do impedimento.

 

Levantamento Biofísico

   Identificação da informação

Fonte da informação: Inventário Florestal Nacional – IFN / Serviço Florestal Brasileiro (SFB/MAPA)

Data de consulta ao banco de dados do IFN: 18/09/2020

Data de disponibilização da informação: 21/09/2020

 

   Dados apresentados

Os dados apresentados se referem a consulta ao banco de dados do IFN realizada em 18/09/2020.

Os dados apresentados nos painéis interativos foram construídos a partir das tabelas disponibilizadas para download.

Conjunto de dados apresentado:

“no_lote”: Lote de contratação das medições em campo.

“cong”: Conglomerado (unidade amostral do IFN). Nomenclatura padrão para a grade de 20 km x 20 km : código da unidade federativa (UF)& travessão &  número sequencial. Nomes com letras após o número, tratam-se de unidades amostrais localizadas em grades adensadas.

“sub”: Subunidade. Corresponde à numeração das quatro subunidades do conglomerado.

“subp”: Subparcela. Cada subunidade do conglomerado é subdivida em dez subparcelas

“uso”: classes de uso do solo.

Agropeuária - Pecuária

Caatinga (arbórea densa e aberta)

Campos naturais

Cerrado(Cerradão e cerrado sensu stricto)

Culturas de ciclo curto

Estrada

Fitofisionomias com predominância de arbustos

Floresta Madura

Floresta típica madura

Floresta típica secundária avançada

Floresta típica secundária jovem

Outras fitofisionomias com predominância de arbustos

Pastagem cultivada

Pequenos fragmentos florestais

Predominância de bambus

Predominância de palmeira

Qualquer floresta plantada

SAF

Savana

Solo exposto/estéril

Vegetação secundária - Médio/avançado - Com palmeira

Vegetação secundária - Médio/avançado - Sem palmeira

Vegetação secundária - Pioneiro/inicial - Com palmeira

“categoria”: categorias de uso do solo

Agricultura

Floresta (Natural)

Floresta (Plantada)

Outras áreas

Outras terras com árvores

Outras terras com vegetação natural

“nind”: número do indivíduo, na sequência em que é medido dentro de cada subunidade.

“nf”: número do fuste de cada indivíduo.

“nome_campo”: nome de identificação em campo. Alguns indivíduos não foram nomeados em campo.

“dap”: diâmetro à altura do peito em centímetros, precisão de 0,1 cm.

dap ≥ 10 cm;

5 cm ≤ dap < 10 cm nas subparcelas de regeneração.

“db”: diâmetro da base (db ≥ 10 cm)

“sa”: sanidade do indivíduo. 1 – Sadio, sem defeitos aparentes; 2 –Estágio inicial de deterioração por pragas ou doenças; 3 –Estágio avançado de deterioração por pragas ou doenças; 4 –Árvore morta em pé.

“qf”: qualidade do fuste. 1 – Fuste reto, cilíndrico e sem defeito aparente;  2 – Fuste ligeiramente torto, porém cilíndrico e desprovido de ramificações consideráveis; 3 –Fuste com forte tortuosidade; 4 –Fuste quebrado, rachado.

“p.s": posição sociológica. 1 – Emergente (estrato acima do superior); 2 –Dominante (estrato superior); 3 –Dominado (estrato inferior); 4 –Sem estrato definido.

“aff”: árvore fora da floresta.

“ht”: altura total em metros, precisão de 0,1 m.

“hf”: altura do fuste em metros, precisão de 0,1 m.

“pl”: presença de liana na copa.

“hm”: altura medida.

 

Outras informações

Para mais detalhes, consultar o Manual de Campo do Inventário Florestal Nacional e formulários, disponíveis em: http://www.florestal.gov.br/documentos/informacoes-florestais/inventario-florestal-nacional-ifn/documentos/