SNIF - Bolsas e Investimentos

http://snif.florestal.gov.br/pt-br/pos-graduacao/326-bolsas-e-investimentos


Última atualização em Quarta, 26 de Fevereiro de 2020, 17h42


Bolsas e Investimentos

Os investimentos em bolsas de ensino para a pós-graduação no país são oferecidos pelo governo federal através de duas instituições: a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal e Nível Superior (Capes), fundação vinculada ao Ministério da Educação (MEC), e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações (MCTIC).

A Capes atua na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todos os estados da federação e em 2007 ampliou o alcance de suas ações na formação de pessoal qualificado no Brasil e no exterior.

O CNPq tem como missão fomentar a Ciência, Tecnologia e Inovação e atua na formulação de políticas, contribuindo para o avanço das fronteiras do conhecimento, o desenvolvimento sustentável e a soberania nacional.

Informações detalhadas sobre bolsas de Ensino e Pesquisa são disponibilizados pelas duas instituições: a Capes disponibiliza o número de bolsas e o CNPq, além do número, detalha o valor de bolsas por modalidade.

Os investimentos no país aumentaram de forma contínua nos últimos anos.

As informações são disponibilizadas desde o ano de 1995 pela Capes e 2000 pelo CNPq.

Abaixo seguem os números referentes aos programas de Pós-Graduação, nas modalidades de Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado, em programas relacionados à Área de Conhecimento Recursos Florestais e Engenharia Florestal:

Número de bolsas Capes de Pós-graduação (série histórica)

AnoMestradoDoutoradoPós-doutoradoTotal
1995 104 42 0 146
1996 106 46 0 152
1997 114 50 0 164
1998 114 49 0 163
1999 109 47 0 156
2000 91 43 0 134
2001 97 56 0 153
2002 108 59 3 170
2003 104 64 2 170
2004 111 58 3 172
2005 110 61 5 176
2006 120 70 5 195
2007 132 83 3 222
2008 140 116 9 289
2009 214 177 11 413
2010 323 209 18 560
2011 431 260 28 732
2012 433 260 27 730
2013 411 287 42 740
2014 439 367 36 842
2015 432 355 35 822
2016 435 347 32 814
2017 460 369 46 875
2018 446 370 48 864
Total 9.665


 Número de bolsas Capes de Pós-graduação

 Considerando o total de bolsas por região, a região Sudeste obteve 374 bolsas concedidas nas modalidades de Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado no ano de 2018. 

 

Número de bolsas Capes de Pós-Graduação, por região (2018)

ModalidadeCentro-OesteNordesteNorteSudesteSulTotal
Mestrado 31 17 30 175 117 370
Doutorado  54 45 68 169 110 446
Pós-doutorado 2 4 6 30 6 48
Total 87 66 104 374 233 864

 

Fonte: Capes
Data da atualização: 30/01/2019. 

 

Investimento do CNPq em bolsas de Pós-graduação no país (2000 - 2019)

Ano Mestrado Doutorado Pós-doutorado Total
    2000         R$ 447.753,00          R$ 369.074,00                  R$ 0,00        R$ 816.827,00    
    2001     R$ 477.459,00       R$ 365.855,00       R$ 2.219,00         R$ 845.533,00
    2002     R$ 478.908,00     R$ 343.325,00     R$ 22.186,00            R$ 844.419,00 
    2003     R$ 540.492,00     R$ 552.260,00       R$ 6.656,00     R$ 1.099.408,00
    2004     R$ 698.473,00     R$ 694.787,00   R$ 125.509,00     R$ 1.518,769,00
    2005     R$ 722.475,00     R$ 773.324,00   R$ 125.877,00     R$ 1.623.681,00
    2006     R$ 834.750,00     R$ 873.603,00   R$ 124.897,00     R$ 1.835.256,00
    2007     R$ 924.020,00     R$ 926.184,00   R$ 140.363,00     R$ 1.992.574,00
    2008  R$ 1.313.860,00  R$ 1.085.930,00     R$ 76.398,00     R$ 2.478.196,00
    2009  R$ 1.735.200,00  R$ 1.373.390,00   R$ 201.795,00     R$ 3.312,394,00
    2010  R$ 1.822.800,00  R$ 1.674.524,00   R$ 149.349,00     R$ 3.648.683,00
    2011  R$ 1.918.800,00  R$ 1.937.974,00   R$ 277.366,00     R$ 4.136.151,00
    2012  R$ 1.690.800,00  R$ 1.926.347,00   R$ 463.136,00     R$ 4.085.295,00
    2013  R$ 1.807.050,00  R$ 1.955.592,00   R$ 736.666,00     R$ 4.501.321,00
    2014  R$ 1.843.644,00  R$ 1.753.544,00   R$ 782.514,00     R$ 4.384.716,00
    2015  R$ 1.790.775,00  R$ 1.696.476,00   R$ 796.665,00     R$ 4.285.931,00
    2016  R$ 1.855.797,00  R$ 1.834.694,00   R$ 704.716,00     R$ 4.397.223,00
    2017  R$ 1.467.000,00  R$ 1.434.481,00   R$ 646.867,00     R$ 3.550.365,00
    2018     R$ 967.500,00  R$ 1.011.660,00   R$ 445.200,00     R$ 2.424.360,00
    2019  R$ 1.609.500,00  R$ 1.693.822,00   R$ 618.300,00     R$ 3.921.682,00

 

Investimento do CNPq em bolsas de Pós-graduação no país

 

Em 2019 a análise da concessão de bolsas pelo CNPq, mostrou que o órgão concedeu 714 bolsas para cursos de pós-graduação em Recursos Florestais e Engenharia Florestal no Brasil. Entre estas 153,8 foram distribuídas a pesquisadores das modalidades de Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado. Verificou-se também que a região Sudeste apresentou o maior número de bolsas concedidas nestas modalidades. 

Número de bolsas CNPq de Pós-Graduação, por região (2019)*

   Ano        Modalidade     Centro-
    Oeste    
 Nordeste      Norte      Sudeste       Sul    
2019 Mestrado          1       5,9      23,0     41,2    18,2
Doutorado         0         0,8        8,8     22,3    21,3
Pós-Doutorado          0,8       0,5        0,8      5,8     2,4
Total        1,8      7,2      32,6    69,3    42,9

*Nota CNPq: O número de bolsas representa a média aritmética do número de mensalidades pagas no período. Quando a consulta é relativa a um determinado ano (ex: 2019), o número apresentado equivale ao número de bolsas-ano (mensalidades pagas de janeiro a dezembro / 12 meses: bolsa-ano). Desta forma, o número de bolsas pode ser fracionário. Exemplo: 18 mensalidades/12 meses: 1,5 bolsa-ano. Para maiores informações sobre as bolsas dessa instituição, acesse as Notas Técnicas produzidas pelo CNPq. 
Alertamos que o número de bolsas-ano não é equivalente ao número de beneficiários, pois cada 12 mensalidades pagas, igual a 1 bolsa-ano, pode corresponder a 1 ou mais bolsistas


Número de bolsas CNPq de Pós-graduação, por região (2019)

 pos-graduacao grafico bolsas por regiao cnpq 2019

Fonte: CNPq (2020)


Data da atualização: 31/01/2020.