SNIF - Investimento em Pesquisa Florestal no Brasil - 2010

Investimento em Pesquisa Florestal no Brasil - 2010

  • Última atualização em Quinta, 13 de Fevereiro de 2020, 19h38

Seguem os dados sobre investimentos na área florestal, no ano de 2010:

GêneroDoutorMestrePós-DoutorTotal
Número de pesquisadores por sexo e titulação, com projetos de pesquisa financiados pelo CNPq
Feminino 24   6 30
Masculino 75 2 24 101
Total 99 2 30 131

 

No que se refere ao perfil dos pesquisadores, com projetos de pesquisa financiados pelo CNPq, no ano de 2010, há uma predominância de pesquisadores do sexo masculino e doutores. O mesmo perfil de pesquisador é observado nos principais centros de pesquisa que atuam na área de recursos florestais.

Em 2010, o CNPq apoiou 142 projetos de pesquisa na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal, com um montante de R$ 7.388.398,00 investidos no país. O Brasil também recebeu investimentos de organizações internacionais. A Organização Internacional de Madeiras Tropicais _ OIMT apoia sete projetos de pesquisa no país com o montante de US$ 4.447.283,05. Veja abaixo lista com os projetos de pesquisa que receberam investimento em 2010.

  • Investimentos da OMIT no país em projetos na área de recersos florestais em 2010
  • Investimentos do CNPq no país em projetos na área de recursos florestais em 2010

O CNPq investiu ainda, em 2010, R$ 7.260.731,00 em fomento à pesquisa na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal. A linha de pesquisa que mais concentrou investimento foi a de Conservação da Natureza (33%), seguida por Manejo Florestal (24%), Silvicultura e Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais (17%).

 

Porcentagem de investimento por linha de pesquisa em 2010, pelo CNPq

pesquisa florestal total de investimento por linha de pesquisa 2010

Fonte: CNPq