SNIF - Projetos do FIP

Bioma Cerrado

O cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul e abriga as três grandes bacias hidrográficas da região

Projetos do FIP

  • Última atualização em Quinta, 15 de Outubro de 2020, 16h39

O SNIF Cerrado tem o apoio do Plano de Investimento do Brasil no âmbito do Forest Investiment Program

O Plano de Investimentos do Brasil (PIB) é uma iniciativa do governo federal para o Programa de Investimento Florestal (FIP), destinada a apoiar a implementação de planos e programas nacionais que possuem como foco a redução do desmatamento e a diminuição da pressão pelo desflorestamento no Cerrado, segundo maior bioma do País.

O FIP é financiado pelo Fundo Estratégico para o Clima (SCF), um dos dois fundos no âmbito dos Fundos de Investimentos para o Clima (CIF) – mecanismo fiduciário composto por 14 países contribuintes, estabelecido em 2009 e administrado pelo Banco Mundial.

O FIP apoia os países em desenvolvimento para redução do desmatamento e da degradação florestal e na promoção do manejo sustentável das florestas, que leva a reduções de emissões e ao aprimoramento dos estoques de carbono florestal. O Plano de Investimentos do Brasil (PIB) é composto por oito projetos. Seis projetos são coordenados por órgãos governamentais, um projeto destinado a povos indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais e um projeto voltado para a iniciativa privada, todos atuando exclusivamente no bioma Cerrado

No Brasil, o FIP apoia ações no Cerrado, bioma que cobre aproximadamente 200 milhões de hectares do Planalto Central do Brasil (24% do território nacional), e abriga as nascentes de três grandes bacias hidrográficas da região: Tocantins–Araguaia, Paraná-Prata e São Francisco.

O PIB compreende ações coordenadas entre três ministérios: Meio Ambiente (MMA); Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC); e Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Assim, o PIB e é composto por seis projetos coordenados por órgãos governamentais, um projeto destinado a povos indígenas e comunidades tradicionais e um projeto voltado para a iniciativa privada, todos atuando exclusivamente no bioma Cerrado.

Para saber mais sobre cada um desses projetos, acesse os dados oficiais clicando em cima das logos: