SNIF - SNIF

Serviço Florestal Brasileiro e Embrapa iniciam tratativas para Acordo de Cooperação Técnica

  • 03ltima actualizacin em Martes, 14 de Enero de 2020, 14h19

Por: Serviço Florestal Brasileiro

Parceria visa fortalecer os projetos com foco na sustentabilidade e inovação tecnológica

O diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, o presidente da Embrapa, Celso Luiz Moretti, e diretores se reuniram nesta quinta-feira (09) para tratativas para a efetivação de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) envolvendo as instituições.

A cooperação técnica entre o Serviço Florestal Brasileiro e a Embrapa vai abranger todos os projetos já existentes como o FIP Paisagens Rurais, o FIP CAR, o Programa de Regularização Ambiental e o Inventário Florestal Nacional (IFN).

No âmbito do IFN, há ACTs com a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia para a identificação botânica das espécies do Cerrado e com a Embrapa Amazônia Oriental para a identificação botânica de espécies e análise dos solos do Bioma Amazônia. Além disso, está sendo formalizado um acordo com a Embrapa Solos, no Rio de Janeiro, para auxiliar o Serviço Florestal nas análises de solos do IFN e realizar outras que considerarem pertinentes.

Valdir Colatto expôs a importância de integração dos sistemas do Serviço Florestal e da Embrapa na implementação do Código Florestal Brasileiro, com foco no Programa de Regularização Ambiental. “Estamos finalizando o sistema que fará a análise dinamizada do Cadastro Ambiental Rural e será fundamental uma parceria com a Embrapa para integrar a plataforma WebAmbiente para oferecer ao produtor rural alternativas de recomposição ao aderir ao Programa de Regularização Ambiental (PRA)”, completou.

A plataforma WebAmbiente foi desenvolvida pela Embrapa e pela Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e tem o objetivo de auxiliar as tomadas de decisão no processo de adequação ambiental da paisagem rural.Noticia 14janeiro2020 ACT SFB Embrapa

O sistema possui o maior banco de dados já produzido no Brasil sobre espécies vegetais nativas e estratégias para recomposição ambiental. A integração entre os sistemas vai oferecer ao produtor rural, que fizer a opção de adesão ao PRA, sugestões otimizadas para a recomposição ambiental de acordo com o Bioma, visando aliar conservação e produção sustentável da propriedade ou posse.

O presidente da Embrapa destacou que “ a cooperação técnica com o Serviço Florestal Brasileiro atende a expectativa da ministra Tereza Cristina de reforçar a sinergia entre as unidades do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para o avanço da sustentabilidade com inovação tecnológica”.  

Fonte: SFB

Categoria: